16 setembro 2020

[RESENHA] Mulheres que temiam seus pais - Andre L Braga



TÍTULO: Mulheres que temiam seus pais
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Independente
NUMERO DE PAGINAS: 206
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Quatro mulheres, quatro histórias de violência doméstica, uma terapeuta em comum. Além de ajudar suas pacientes a superarem seus traumas, Verena precisa agora ajudar-se a si mesma, em meio a um emaranhado de histórias envolvendo crimes, ameaças anônimas e psicopatias.





04 setembro 2020

[RESENHA] Perseguição Frenética - Brad Crowley



TÍTULO: Abnara
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Autografia
NUMERO DE PAGINAS: 233
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Travis filma acidentalmente uma cena de homicídio e passa a ser testemunha deste crime. O criminoso era um político muito poderoso de Chicago e Travis precisa ser protegido como testemunha. Foi designado um policial especializado em proteção de testemunhas, Kevin, e os dois vão se refugiar em Memphis. Lá encontram Chelsea, uma moça que está fugindo da família. Os três unem suas forças, mas são descobertos por seus inimigos e lançam-se em uma louca escapada, até que a trama em Chicago avance o suficiente para Travis depor. Travis é um pouco místico e acredita muito em Tarot. Durante toda sua escapada mantém contato com Aisha, uma cigana que lê sua sorte e o acompanha na fuga.

26 agosto 2020

[RESENHA] A Segunda Sociedade - Viviane Maia Jovita



TÍTULO: A Segunda Sociedade
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Chiado
NUMERO DE PAGINAS: 207
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Depois de “Amor demais por ela”, foi criado em 2010 o projeto de lei “Xadrez”. Uma excelente iniciativa do Governo, porque há nove anos de sua criação, os resultados do projeto são visíveis. Os seis setores de atividades do presídio Ilha (combate ao suicídio; leitura; cinema e debate; relatos de familiares das vítimas; relatos de familiares dos réus e o setor de agradecimento e arrependimento) funcionam tal como projetados e idealizados. Faz onze anos que Anne Tina Parreiros leu o diário de Mércia Gavato, no reveillon do ano de 2008, no entanto, muitas descobertas ainda precisam ser desvendadas. Nem tudo foi devidamente esclarecido a respeito de Marconi Esqueleto. Em meio a turbulências e a um mundo violento, o amor, a amizade e a justiça agora têm um papel mais importante do que nunca, e tudo que precisar ser feito para alcançar a plenitude desses sentimentos será realizado, ainda que máscaras sejam usadas. Surge a educação e a mudança de comportamento, dentro do presídio, em detrimento ao endurecimento da pena. Desabrocham algumas emoções na vida de Paola Escorte, mas nem todas serão compartilhadas com seus conhecidos. Torna-se perceptível a importância de fazer boas escolhas. Acontecimentos semelhantes surgem na vida de pessoas distintas, isso porque os dias se mostram cada vez mais dinâmicos. Nesses tempos difíceis, em que há pressa na busca desenfreada de informações, que não são necessariamente conhecimentos, não basta você fazer parte da Sociedade, é preciso estar nela por completo, de corpo e de alma.

24 agosto 2020

[RESENHA] Alys - Elemento Ômega - Priscila Gonçalves



TÍTULO: Alys - Elemento Ômega
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Pendragon
NUMERO DE PAGINAS: 220
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Os acontecimentos da primeira lua desencadearam novas transformações no mundo. Os humanos não estão mais bloqueados em sua magia, mas a ignorância sobre a própria natureza causa pânico e desconfiança.
O líder dos Zmoras ataca crianças em lugares remotos sugando suas almas, enquanto um grupo paramilitar amparado por alguns conselheiros pressiona por leis mais seletivas em desfavor dos seres não humanos.
Alys continua sendo só uma garota que parece um avestruz tatuado. Sem tempo para lidar com as perdas que teve, ela precisará enfrentar as consequências mágicas da linhagem que carrega. Enquanto o mundo desmorona lentamente, sem o guardião e com a frustração por não evitar o sofrimento à sua volta, fica cada vez mais difícil estar pronta para a chegada da segunda lua.
Quando as motivações se misturam e erros do passado interferem no sucesso do futuro, o que você sacrificaria pelo bem comum?

03 agosto 2020

[RESENHA] Suprema - Danilo Morales


TÍTULO: Suprema
ANO DE LANÇAMENTO: 2020
EDITORA: Novo Seculo
NUMERO DE PAGINAS: 192
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: ELEITO UM DOS MELHORES LIVROS BRASILEIROS DE HORROR DA DÉCADA PELO RENOMADO SITE BIBLIOTECA DO TERROR. Nina parte da pequena cidade em que morava em busca de uma vida melhor. Tudo o que ela mais deseja é deixar para trás as terríveis lembranças de quando fora brutalmente violentada. As coisas não são fáceis e sobreviver é uma luta, mas ela vê em Angel, uma jovem imponente e determinada, a companhia e o apoio de que tanto necessita. A nova companheira a introduz no universo do ocultismo, e Nina, fascinada diante de um novo horizonte de bruxarias, feitiços e rituais, demonstra uma vocação acima da média. Mas o passado bate novamente a sua porta. O desejo de vingança leva a jovem ao lado obscuro da magia. Totalmente sem controle, ela adentra um mundo diabólico de pesadelos, ruína e destruição. Um mundo de horror supremo.

21 julho 2020

[RESENHA] O Homem que Mandava Flores - Fabiane Valdozende Alheira


TÍTULO: O Homem que Mandava Flores
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Espaço Novo
NUMERO DE PAGINAS: 320
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: A história de Emma e Luc é uma ode ao que há de melhor e pior no ser humano. Um romance despretensioso que, em linguagem coloquial, traz à tona questões profundas acerca da psique humana e das relações interpessoais. A saga de uma mulher que espelha a condição feminina em todos os cantos do planeta. Uma história originada no íntimo de uma multidão.
Muito se fala de assédio e abuso sexual. O homem que mandava flores vai além, colocando em pauta a vulnerabilidade da mulher diante da manipulação masculina e da toxicidade de relacionamentos que podem se perpetuar indefinidamente. Ao enveredar pela psicopatia e pela criminalidade silenciosa, Fabiane Valdozende Alheira faz um retrato do lado mais obscuro das pessoas supostamente comuns. A autora usa o misticismo como fio condutor de uma trama que ganha corpo e maturidade à medida que se desenvolve, com pinceladas envolventes de suspense e perversão. Uma escritora estreante que nos brinda com sua determinação, autenticidade, vivência e capacidade de fazer do sofrimento uma nova porta para a vida.

17 julho 2020

[RESENHA] O Rastro da Alma - Alexandre Apolca



TÍTULO: O Enigma de Outro Mundo
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Nova Paris
NUMERO DE PAGINAS: 184
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: “Clarice” acorda dentro de uma caçamba de lixo, sem saber sequer o seu nome. E o mais estranho: está no ano de 2040, em uma São Paulo decadente. Enquanto começa uma desesperada busca para descobrir a si mesma, ela tenta se adaptar a esse estranho mundo cercado de avanços tecnológicos e retrocessos humanitários.
Sua obsessão em encontrar uma maneira de voltar à sua época não a impede de mergulhar de cabeça nessa aventura. Em meio a esses mergulhos, ela encontra pessoas que fizeram parte de sua misteriosa história – que poderá ser modificada tanto para melhor quanto para pior. Mas, muitas vezes, o esquecimento é melhor do que a verdade nua e crua.
Por um capricho do destino, ela acaba conhecendo o enigmático Elvis e o seu fiel companheiro Kurt, um gato que consegue ser ainda mais enigmático. E esse encontro, aparentemente corriqueiro, poderá marcá-la profundamente.
Vivendo no limite entre ser a caça e a caçadora, ela vai se redescobrindo no futuro ao mesmo tempo em que o passado vai sendo destilado até que tudo se torne uma coisa só: o presente. Como todo bom thriller, não faltarão reviravoltas, perseguições e um psicopata à solta.
O Rastro da Alma fala sobre assassinatos, violência e paixão. Um livro que invade, sem pedir licença, o território do noir. Uma história eletrizante com um toque de distopia e sadismo. Tudo isso separado por uma linha tênue entre o futuro, o passado e o presente...

13 julho 2020

[RESENHA] Abnara - Guetto Moreno


TÍTULO: Abnara
ANO DE LANÇAMENTO: 2017
EDITORA: Chiado
NUMERO DE PAGINAS: 144
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Pluralidade ímpar

Linda simetria aos passos da delicadeza
Funde-se as paisagens na manhã de luz...
Música pros olhos, poesia grega
Perfeição que seja, nada a traduz.

Venerando o por do sol na vista chinesa
Faz sentir a natureza aos pés da cruz...
Velejando no seu corpo íris de Veneza
Feito canto de sereia que a todos seduz.

Ela a mais bela
Poesia infinita, se faz feia a mais bonita
Que houver
Pluralidade ímpar
De beleza em uma só mulher.
As refletem aos olhos
De Narciso por que é
Pluralidade ímpar
De beleza em uma só mulher.

19 junho 2020

[RESENHA] O Enigma de Outro Mundo - John W. Campbell



TÍTULO: O Enigma de Outro Mundo
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Diário Macabro
NUMERO DE PAGINAS: 164
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: A Editora Diário Macabro traz ao Brasil, de forma inédita, o romance O enigma de outro mundo, de John W. Campbell!
No ano de 1938, o escritor John W. Campbell publicou a obra, em formato de novela, na revista pulp Astounding Science Fiction ; na ocasião, o texto se chamava “Who Goes There?”. A história foi tão marcante que inspirou a criação de três filmes nas décadas posteriores: The Thing from Another World , de 1951, O enigma de outro mundo (1982) de John Carpenter e A Coisa , em 2011, além de se tornar uma história altamente presente e conhecida na cultura pop atual.
Em 2017, por acidente, o escritor Alex Nevala-Lee fazia pesquisas em manuscritos de Campbell quando se deparou com um material inédito e desconhecido. Após sua análise, percebeu que esse texto era, na verdade, a versão expandida e completa de Who Goes There?, cujo título original era Frozen Hell, e que fora adaptado e reduzido para se adaptar à revista onde foi publicado. É essa versão completa que a Diário Macabro trará exclusivamente a você!
Em O enigma de outro mundo, o leitor acompanhará alguns cientistas que, com o objetivo de explorar o continente antártico, acabam descobrindo algo muito pior. Em suas escavações se deparam com o corpo congelado de uma criatura alienígena de pele azul e três olhos vermelhos: A Coisa. Tal criatura, após ser descongelada, mostra que não estava morta - e é aí que o horror realmente começa. Com uma criatura que replica o corpo de animais e homens presentes na base de pesquisa, a paranoia e o desespero estarão instaurados.
John Wood Campbell, Jr., ou apenas John W. Campbell foi um autor estadunidense nascido no ano de 1910 na cidade de Neward, New Jersey. Campbell é reconhecido por seu trabalho em contos e novelas de ficção científica, sendo a mais conhecida dessas obras a tradução dessa campanha, publicado originalmente sob o psedônimo Don A. Stuart, derivado do nome de sua mulher, Dona Stuart.
Campbell foi também editor: esteve à frente da Astounding Science Fiction, revista pulp de ficção científica, do ano de 1937 até sua morte, em 1971. Como editor Campbell também é muito reconhecido pois, dessa forma, ajudou a dar vida a grande parte da produção do gênero durantes essas décadas de sua vida.

17 junho 2020

[RESENHA] Quem dá as Cartas? - Brad Crowley


TÍTULO: Quem dá as Cartas?
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Nova Literatura
NUMERO DE PAGINAS: 76
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Dois casais, Gustavo e Ivan, Beatriz e Artur, costumam reunir-se com frequência as sextas-feiras para um drink, um jantar e um jogo de poker.
Depois de terminarem seus dias atarefados, reúnem-se na casa de Gustavo para sua usual diversão.
Gustavo é um homem de caráter forte e ligeiramente arrogante. Recebe seus convidados com elegância e generosidade, mas aos poucos vai ficando evidente uma forte rivalidade entre ele e Beatriz, namorada de Arthur. Beatriz, por outro lado, possui comportamento um pouco emotivo, impulsivo e temperamental.
Com o decorrer do jogo cresce muito a tensão entre Gustavo e Beatriz, ao mesmo tempo em que vão-se evidenciando uma submissão de Ivan em relação a Gustavo, entre outras coisas.
A tensão entre Beatriz e Gustavo vai crescendo durante o jogo, até que ela é surpreendida por um fato imprevisto.
A narrativa é feita sempre sob o ponto de vista de três dos personagens, cada evento sendo narrado por Gustavo, Beatriz e Arthur à sua vez, apresentando, desta forma, diferentes pontos de vista de uma mesma situação.
O final do livro apresenta desfecho inesperado.

08 junho 2020

[RESENHA] Detektis - Aprendiz de Detetive - Miriam N.Dohrn



TÍTULO: Detektis - Aprendiz de Detetive
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Independente
NUMERO DE PAGINAS: 194
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Marie Lagrance é uma jovem aprendiz na conceituada agência de detetives Detektis, comandada pela sua família na ilha Malplena, na América do Sul, quase na Antártida. Seu sonho é tornar-se uma investigadora tão boa quanto seus parentes. Porém, essa realidade parece cada vez mais distante.
Incerta de suas habilidades, Marie acredita que seu contrato de estágio está prestes a ser cancelado. Após o término de um namoro e do começo de crises de sonambulismo, seu estado psicológico anda bastante abalado. No entanto, sua sorte está prestes a mudar.
O envolvimento dos demais detetives da agência numa importante operação faz com que lhe seja confiado um outro caso aparentemente simples: desvendar o desaparecimento de uma pessoa na mansão dos Fremdigis. Porém, o mistério e as aventuras que lhe aguardam são muito maiores do que poderia esperar.
Ao assumir a investigação, Marie encontrará uma oportunidade excepcional de adquirir muitos conhecimentos a respeito de si e das gerações de detetives em sua família. Nesse caminho, travará contato com seres enigmáticos e lidará com experiências obscuras e perigosas.

28 maio 2020

[RESENHA] Guirlanda Rubra - Erick Santos Cardoso


TÍTULO: Guirlanda Rubra 
ANO DE LANÇAMENTO: 2020
EDITORA: Draco
NUMERO DE PAGINAS: 280
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Garlando Espendi é um jovem que tem tudo. Mas nem o prestigioso título de doutor ou a herança da mais rica família comerciante da Terra Pátria podem preencher o vazio que surge entre as taças de vinho e o desabotoar dos vestidos. Uma ferida de espírito tão profunda que o leva a se envolver com a proibida magia e sonhar com uma vida nas estradas, pois o seu sangue gitânio assim lhe exige.
Em um universo fantástico onde a nobreza decadente recua diante da ascensão burguesa e uma terrível Inquisição varre os Três Reinos em busca de hereges, Garlando precisará entender e arcar com o peso de cada escolha de se tornar um adulto. Durante essa descoberta, forças antigas e novas se preparam para uma guerra que transformará o mundo para sempre.

21 maio 2020

[RESENHA] As Sombras de Outubro - Søren Sveistrup



TÍTULO: As Sombras de Outubro 
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Suma
NUMERO DE PAGINAS: 416
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: É outubro e a neve de outono começa a cair em Copenhagen, deixando os dias mais curtos e as noites mais sombrias... e pelas ruas geladas e escuras, um psicopata aterroriza a cidade. Em uma manhã tempestuosa em um tranquilo bairro de Copenhagen, a polícia faz uma descoberta sinistra: o corpo de uma mulher brutalmente assassinada, com uma das mãos faltando. Sobre ela está pendurado um pequeno boneco feito de castanhas. O caso é entregue à ambiciosa detetive Naia Thulin e a seu novo parceiro, Mark Hess, um investigador introspectivo que acabou de ser expulso da Europol.
Logo se descobre uma evidência ligando o sr. Castanha a uma garota desaparecida há um ano: a filha da política Rosa Hartung. O homem que confessou tê-la sequestrado e assassinado está atrás das grades e o caso foi encerrado há tempos ― e qualquer insinuação contrária causa disputas e inimizades na corporação. No entanto, quando novas vítimas e novos bonecos aparecem, Thulin e Hess acham cada vez mais difícil ignorar a conexão entre o caso Hartung e o novo serial killer.
Mas que conexão seria essa? E como impedir o assassino de continuar sua caçada, se ele parece sempre um passo à frente da polícia?
As Sombras de Outubro traz o melhor do estilo thriller noir, acrescentando ao suspense clássico uma boa dose de energia. Sveistrup retrata seus personagens com sensibilidade e mostra como romances policiais podem fazer críticas contundentes às realidades sociais.

13 maio 2020

[ Não deixar que a mente hipopótamo nos controle ]


TÍTULO: Amor Demais Por Ela
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Chiado 
NUMERO DE PAGINAS: 180
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: É possível estar realizada e sentir inveja? No amor vivido por Parreiros, está incluída a paixão? Nesta ficção, a personagem, Anne Tina Parreiros, vivencia e se recorda de passagens que marcaram algumas fases de sua caminhada. Esses episódios são resumidos em 32 sentimentos, como a indiferença, felicidade e a humilhação, expostos ao leitor, em intrigantes situações. A intérprete é apresentada no presente, porém, em diversos momentos, são feitas referências às suas memórias. Esses sentimentos e emoções são compartilhados com amigos, familiares e com a sua terapeuta, Heloísa Simões, dentro de uma trama surpreendente. Assim como Tina, todos nós temos um trajeto que seguimos em nossas vidas, e ele é somente nosso, depende de nossas decisões, já que ninguém pode percorrê-lo por nós. Pessoas podem nos acompanhar em etapas distintas, mas nós quem decidimos se iremos prosseguir em linha reta ou fazer uma curva em alguma oportunidade, ou até mesmo voltar em um ponto que já tenhamos passado. Sobre as emoções, às vezes, atuamos de forma ativa, sendo protagonistas daquilo que sentimos, e, outras vezes, de forma passiva, sofrendo um sentimento que nos é imposto, e Anne Tina Parreiros irá revelar essa experiência em curiosos relatos e lembranças.

11 maio 2020

[RESENHA] 500 Dias Sem Você - Samantha Silvany



TÍTULO: 500 Dias Sem Você 
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Crivo
NUMERO DE PAGINAS: 200
CLASSIFICAÇÃO: ★ +🖤


SINOPSE: 500 Dias Sem Você não é mais uma história de amor focada em um término de relacionamento. Não é sobre dor de cotovelo nem pé na bunda. A história é sobre uma pessoa – não uma mulher nem um homem, apenas uma pessoa – descrevendo em um diário de cartas direcionadas a outra pessoa, que apenas conhecemos como “você”, as nuances no caminho para se reencontrar.
Os sentimentos não tem gênero, então os personagens também não tem. Pode ser qualquer um. Pode ser quem você quiser. A saga se inicia no fim de relação tóxica, pois toda boa história de amor fala sobre recomeço. É uma história sobre autoconhecimento, a busca pelo amor-próprio e a urgência em ser feliz.

04 maio 2020

[RESENHA] Conspiração na Babilônia - Brad Crowley


TÍTULO: Conspiração na Babilônia
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Viseu
NUMERO DE PAGINAS: 154
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Em meio a um jantar no palácio real, o general Sargon, maior autoridade do exército babilônico, cai morto em cima da mesa.
Preocupado, o Rei Nebucadnezar, inbumbe o médico real de esclarecer o motivo da morte e seus dois assessores, Nergalsharezer e Zevonakradash, de investigar quem poderia estar por trás de uma possível conspiração.
No dia seguinte, o filho de Nebucadnezar, Evil-Merodach, durante uma noite romântica com uma moça nos Jardins Suspensos, avista uma imensa chama consumindo o armazém de madeira do exército. Logo fica claro que se tratava de incêndio criminoso.
A partir desses eventos, uma série de mortes e atentados começam a ameaçar a estabilidade do até então inabalável Reino da Babilônia. Estrangeiros, assessores, cônsules e emissários locais e até integrantes da própria família do Rei passam a ser suspeitos de uma conspiração entranhada no coração do Terceiro Império Babilônico.
Embarque neste romance histórico de suspense e viaje pela cultura e geopolítica da Babilônia no século 16 e suas nações vizinhas, Egito, Fenícia, Pérsia e Aram.

29 abril 2020

[RESENHA] O Homem Inacabado (e outros contos) - Alexandre Foureaux



TÍTULO: O Homem Inacabado (e outros contos)
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Chiado 
NUMERO DE PAGINAS: 154
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Mourão ficou esperando a volta do carro na garagem, mas não conseguiu identificar o ruído, nem o do homem pela porta, mas escutou o latido do cachorro grande do vizinho até que o animal ficasse afônico. Dormiu quase de manhã e quando o sol saiu, por trás das árvores do quintal, Silvana surgiu bem na sua frente correndo desengonçada, como uma galinha, batendo as asas e avançando, bicando tudo. Ficou apavorado quando se viu minhoca e o bico de Silvana descendo aberto em golpes velozes em sua direção. Acordou bruscamente pouco depois com o galo que arranhou um ligado de notas distorcidas...” (Paredes) “Na plataforma, parou em frente à publicidade de acrílico, viu que algo em sua silhueta estava diferente, aproximou-se, mas não conseguiu enxergar direito. Correu para casa assustado, entrou, foi direto ao banheiro, olhou no espelho e não viu mais o seu rosto. Viu outro sujeito, que tinha uma pele estranha e sorria.” (Camaleão) Em O Homem Inacabado as narrativas tocam em um dilema comum do ser humano: ser incompleto, não ter sido outra pessoa, não ter feito o que desejava. O estelionatário sovina traído pela mulher que ama; o funcionário burocrata que quer trocar de pele; o velho louco que sobe no telhado para encontrar seu eu; a mulher que reluta em denunciar o irmão agressor; o escritor que precisa retomar seu trabalho.

23 abril 2020

[RESENHA] Amor Demais Por Ela - Viviane Maia Jovita


TÍTULO: Amor Demais Por Ela
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Chiado 
NUMERO DE PAGINAS: 180
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: É possível estar realizada e sentir inveja? No amor vivido por Parreiros, está incluída a paixão? Nesta ficção, a personagem, Anne Tina Parreiros, vivencia e se recorda de passagens que marcaram algumas fases de sua caminhada. Esses episódios são resumidos em 32 sentimentos, como a indiferença, felicidade e a humilhação, expostos ao leitor, em intrigantes situações. A intérprete é apresentada no presente, porém, em diversos momentos, são feitas referências às suas memórias. Esses sentimentos e emoções são compartilhados com amigos, familiares e com a sua terapeuta, Heloísa Simões, dentro de uma trama surpreendente. Assim como Tina, todos nós temos um trajeto que seguimos em nossas vidas, e ele é somente nosso, depende de nossas decisões, já que ninguém pode percorrê-lo por nós. Pessoas podem nos acompanhar em etapas distintas, mas nós quem decidimos se iremos prosseguir em linha reta ou fazer uma curva em alguma oportunidade, ou até mesmo voltar em um ponto que já tenhamos passado. Sobre as emoções, às vezes, atuamos de forma ativa, sendo protagonistas daquilo que sentimos, e, outras vezes, de forma passiva, sofrendo um sentimento que nos é imposto, e Anne Tina Parreiros irá revelar essa experiência em curiosos relatos e lembranças.

20 abril 2020

[RESENHA] Dias Febris - Francis Graciotto



TÍTULO: Dias Febris
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Cultura em Letras  Edições 
NUMERO DE PAGINAS: 130
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: A Febre Vermelha surgiu na região de Santos e se espalhou pelo Brasil, uma doença que deixa seus infectados com olhos vermelhos e uma insaciável fome por carne humana. A sociedade rui em questão de dias. Policiais, médicos, bombeiros e até os responsáveis por gerenciar as redes de energia elétrica e comunicações estão ocupados tentando sobreviver e não resta nenhuma autoridade para proteger a população da doença e dos infectados. Em todas as regiões do país, cada um está por conta própria. Estes são os Dias Febris.
Em uma coletânea de oito histórias em diversas cidades brasileiras, Dias Febris conta pontos de vista diferentes dos dias que seguem à Febre Vermelha. São histórias individuais, podendo ser lidas antes ou depois do primeiro livro.

13 abril 2020

[RESENHA] Febre Vermelha - Francis Graciotto


TÍTULO: Febre Vermelha
ANO DE LANÇAMENTO: 2016
EDITORA: Maquina de Escrever
NUMERO DE PAGINAS: 288
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Um navio desgovernado encalha nas pedras em Praia Grande, com sua tripulação brutalmente assassinada em alto mar. Em pleno verão na Baixada Santista, a manchete nos jornais é vista com indiferença pela população, que está mais preocupada em curtir o feriado de ano novo. Em poucos dias, uma epidemia misteriosa se espalha pelo litoral, deixando seus infectados com uma febre ensandecedora, olhos vermelhos e fome insaciável. Ocorrências de extrema violência e canibalismo tornam-se cada vez mais comuns, e as autoridades não são capazes de lidar com o caos que domina as ruas e ameaça contagiar todo o país.
Com cenários reais em Santos, São Paulo e região, acompanhe a perigosa jornada de um grupo de sobreviventes, cada um com motivações e problemas pessoais, dispostos a fazer o que for preciso para sobreviver à Febre Vermelha.

18 março 2020

[RESENHA] Ascensão - Stephen King



TÍTULO: Ascensão
ANO DE LANÇAMENTO: 2019
EDITORA: Suma
NUMERO DE PAGINAS: 124
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Uma história fascinante, curiosa e comovente sobre um homem cujo misterioso problema ajuda os habitantes de Castle Rock a superar as diferenças e se tornar uma comunidade.
Scott Carey tem muito em que pensar ― o projeto enorme que pegou no trabalho; o casal lésbico que mora na casa ao lado e o cachorro delas, que insiste em fazer as necessidades no seu quintal; e a súbita e inexplicável perda de peso das últimas semanas.
Apesar de não querer ser estudado e examinado, Scott decide compartilhar a questão com seu velho amigo, o dr. Bob Ellis. Afinal, apesar dos números decrescentes na balança, sua aparência continua a mesma ― além disso, seu peso não varia quando está nu ou usando roupas pesadas, quando está de mãos vazias ou carrega algo no colo.
Não importa o que ele faça ou coma, Scott está cada vez mais leve ― embora não mais magro ―, e conforme seu peso se aproxima de zero, ele sabe que logo nada vai prendê-lo ao chão.
Scott não quer se preocupar com o que vem pela frente; ele ainda tem tempo para resolver todas as suas questões antes do Dia Zero, e por que não começar pelas mais difíceis? Por exemplo, encarando o preconceito que suas vizinhas têm sofrido da comunidade ― e dele ― e fazendo o possível para ajudar.
Amizades improváveis, a maratona anual da cidade e a misteriosa condição de Scott são a fórmula para grandes transformações. Incrivelmente alegre e profundamente triste, Ascensão é um verdadeiro antídoto para nossa cultura intolerante.

16 março 2020

[RESENHA] Quando as Estrelas Caem - Meagan Spooner & Amie Kaufman


TÍTULO: Quando as Estrelas Caem
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Novo Conceito
NUMERO DE PAGINAS: 416
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Tarver só tem 18 anos, mas já ocupa o posto de Major e foi condecorado como herói. Lilac é mimada e arrogante, e acha que o mundo existe somente para servi-la. A menina mais rica da galáxia e o guerreiro misterioso. Perdidos em um planeta abandonado, os únicos sobreviventes de um desastre que matou milhares de pessoas sabem que precisam aprender a conviver e não estão certos de que conseguirão voltar para casa um dia.
Juntos, eles enfrentam aparições, vozes fantasmagóricas, coisas que desaparecem e a presença cada vez mais próxima da força desconhecida que ejetou do espaço a nave Icarus.
Criando um vínculo que supera o clichê os opostos se atraem , Lilac e Tarver provam que a coragem e a lealdade podem ser muito maiores que o instinto de sobrevivência. Personagens que, de tão imperfeitos, nos fazem torcer por eles.
Suspense arrebatador, amadurecimento e um desfecho eletrizante daquelas fantasias que nos cativam e fazem querer compartilhar a história com todo mundo... Quando as estrelas caem é apaixonante.

© Lendo 1 bom livro - Por Day Morais | - 2016 - Layout Criado Por: Pepi Artes Digitais imagem-logo