21 fevereiro 2019

[RESENHA] Castelo de Cartas - Rita Fiacadori



TITULO: Castelo de Cartas
ANO DE LANÇAMENTO: 2018
EDITORA: Coerência
NUMERO DE PAGINAS: 195
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Estela é uma jovem de 17 anos que vive num mundo pós terceira guerra, o homem detonou bombas nucleares e a América do Norte se tornou um lugar inabitável, a reduzida população mundial se reagrupou em países onde passaram a viver pessoas que vieram de todas as regiões do Planeta.
Séculos se passaram e grandes líderes formaram novamente grandes países, como aconteceu na Idade Média, porém o mundo já não é o mesmo, há muita tecnologia. O país chamado Avórdia onde a nossa heroína, Estela, vive, ocupa parte da Europa e parte da Ásia. Ela foi treinada desde cedo nas lutas e nas armas para ocupar um lugar junto aos soldados da realeza. Os conselheiros do Rei e sua guarda pessoal habitam o castelo que tem toda a estrutura necessária para dar a eles o melhor. Ela é filha do General Tomas e de umas das conselheiras do Rei, Sarah.
Estela acredita na bondade e na vontade do Rei em fazer do seu país um lugar tranquilo, seguro e cheio de oportunidades. Ela só não sabia que isso não é a absoluta verdade, vive numa redoma, mas esse castelo de cartas está para ruir.
Estela foi treinada desde os 12 anos por um dos líderes da Tríade, o Capitão Mike, ele nutre por ela um sentimento arrebatador, assim como filho do Rei, o Imperador Regente Zacarias. Mais uma crise que nossa protagonista passa a enfrentar.
Téo está presa numa teia de acontecimentos ao descobrir que cumpriria uma missão considerada suicida. Porém, defender o povo nômade seria assinar sua sentença de morte e ultrajar a honra de seus pais. O que ela escolherá: a verdade ou a desonra? E qual seria a verdade? Será que nossa heroína conseguirá vencer todos os seus medos e transpor tantos obstáculos ou sucumbirá tentando?






       Que imenso prazer é ser completamente surpreendida com uma história tão bem imaginada e construída,  ao ver a capa não dá para ter a noção do que a trama retrata verdadeiramente, o poder que uma personagem feminina consegue ter. Essa distopia está entre as mais reais, de um entendimento bem atual e com uma dose boa de romance para nos encher de paixão.




          Conhecemos através de Estela como ficou o mundo após a terceira guerra mundial, Avórdia é seu país e o rei Urias é um comandante amado por todos os seus súditos, aqui a população não é cega sobre os acontecimentos passados, eles conhecem toda a história até o tempo atual e são gratos pelas boas mudanças, já que o agora carrega muita informação e só conseguiu evoluir e prosperar depois disso.

          Estela é a personagem principal dessa trama, criada entre o alto escalão dentro do reino e é ela que da todo o teor de emoção e informação a nós leitores, vamos conhecendo seu mundo e seus sentimentos ainda desorientados pelo príncipe, e essa aproximação pode acabar não agradando a todos.



          Ela é mandada para uma missão suicida junto com seu mestre Mike que também tem sentimentos por ela, e é nessa trajetória que muitos segredos serão revelados, causando dentro de Estela uma revolta profunda, pois passou tantos anos vivendo em uma redoma de vidro pintada com perfeição, infelizmente isso é só para uma parcela da população.



          A autora conseguiu criar uma universo perfeito do qual eu me apaixonei no inicio da trama e que ao longo dela foi me fazendo enxergar que esse mundo realmente não existe, por mais poder que os homens detenham mais eles vão querer possuir, a destruição de quem estiver no caminho não importa muito.

       É possível se surpreender ainda mais com elementos inseridos na história, tudo caminha para um final arrebatador e que nos deixa de queixo caído.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Lendo 1 bom livro - Por Day Morais | - 2016 - Layout Criado Por: Pepi Artes Digitais imagem-logo