01/09/2016

[Resenha] A estrada da noite




Oi gente,tudo bem com vocês?

Hoje vou falar de uma leitura que foi meio extensa e demorou alguns dias a mais do que o previsto, mas até que valeu a pena! :)


A estrada da noite
Joe Hill
Editora Arqueiro
320 páginas

Avaliação:★★




Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta. 

''Vou 'vender' o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto...''

Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.

Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.

O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude. 

Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.



  • “Mas Jude não se importava com o que era razoável. Não era um homem razoável. Só se importava com o que era verdade.



Pra começar quero dizer que esse é o livro de estréia do Hill e dizer também que foi o primeiro livro que li dele.
Nas 100 primeiras páginas desse livro não havia muita ação, mas o que não faltou mesmo foram os palavrões, as vezes me deixava até confusa porque eu não sabia bem quem estava falando (xingando) e eu tinha que reler o paragrafo novamente para compreender. Mas logo após esse começo um pouco conturbado os personagens ficaram mais estruturados e a história deixou de ficar confusa e finalmente tomou um rumo mais envolvente.





Jude passou a vida inteira fugindo de seus fantasmas do passado, ficou famoso com suas musicas sombrias, é rico, pega a mulher que quiser, mas é um cara que não dá e nunca deu valor as coisas que tem. Ele só ama seus cachorros: Bon e Angus, que atualmente são sua única família. Só que Jude se aposentou da vida de glamour e vive uma vidinha simples na sua casa-fazenda junto com seus cachorros e também com sua namorada Geórgia, (na verdade, seu nome é Marybeth, mas Jude nunca chama suas namoradas pelo verdadeiro nome, ele as chama pelo nome do Estado de onde vieram). No começo da história, Jude que adora colecionar coisas macabras, compra um "paletó" em um leilão na internet, mas junto desse paletó vem o  fantasma do seu antigo dono. Só que aquilo tudo parece uma brincadeira, e como Jude é fascinado pelo oculto, ele topa ter esse fantasma em casa. Mas quando o paletó finalmente chega (Dentro de uma caixa em formato de coração), Jude começa a temer por sua vida e pela vida de Geórgia. Eles agora correm perigo e fogem de carro pela estrada, pois o fantasma fará de tudo para se vingar e quem tentar ajudar Jude, terá o mesmo fim que é reservado a ele.

Nessa história, o autor explora muito os movimentos góticos punks e mais ainda a história do rock, e essa parte em especial me agradou muito, ele faz várias referencias a bandas clássicas de rock que fizeram (nos anos 80) e ainda fazem muito sucesso. Bom, eu gostei do livro (Não tanto quanto eu pensei que gostaria), pois em algumas partes a leitura não fluía bem e algumas coisas que aconteciam acabaram não me agradando muito, mas em geral é um livro muito bom! E se eu tiver que recomendar um livro para alguém que quiser começar a se aventurar no suspense eu indico este livro com certeza.



  • Sempre soubera que acabaria assim: no fogo. Sempre soubera que a raiva era inflamável, perigosa para ser guardada sob pressão, onde ele a mantivera por toda a sua vida.



Eu terminei por agora a leitura do livro Nosferatu, que é o segundo livro dele e já adianto que gostei bastante e logo volto com a resenha dessa belezinha :)
Ahhh, já ía me esquecendo. Pra quem não sabe ainda, o Joe Hill é filho do autor Stephen King e as referencias dos seus livros com alguns livros do king são bem legais. Mas eu falo sobre isso com vocês no meu próximo post... =D

.

58 comentários:

  1. UAAAAL to chocada sério com esse livro, eu já tinha visto a capa dele nas livrarias, mas é sempre aquela capa que chama a minha atenção mas não a ponto suficiente de encarar uma leitura dessas enfim li cada pedacinho da sua resenha desde o sinopse até a resenha detalhada e fiquei abismada, esse personagem o Jude ele é louco e eu adoraria mesmo saber que vai levar a melhor no final mas acho que isso só lendo, pegou num ponto bem interessante ne´colocar o Jude pra pensar no mal que ele fez se isso vai provocar ou não uma melhora do comportamento dele, não que eu espere que ele vá se redimir, e fiquei curiosa pra saber a respeito do fantasma se ele consegue a sua vingança ou se ele encontra uma espécie de "paz" para descansar!
    Bjs

    http://caprichadissimas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaís, realmente você falou um ponto interessante. A evolução dos personagens! E isso foi uma coisa que me agradou muito nesse livro. Obrigada pela visita flor!! Beijos!

      Excluir
  2. Gente essa resenha ficou show! Deu vontade de ler o livro..Curiosa para saber como termina essa história...Amei a dica!Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, o final é bem interessante! Não é o final que eu esperava e nem o que eu queria, mas foi legal! Leia, é bem interessante para quem vai começar a ler suspense por agora... Beijos!

      Excluir
  3. eu li o Pacto , tbm escrito por Joe Hill, confesso que pensei em desistir um milhão de vezes,
    não entendia a proposta do livro no começo, mas depois a leitura foi fluindo. confesso que prefiro o pai dele
    Stephen King, mas vou dar uma nova chance para Joe Hill e ler a Estrada da noite. flor acabei de conhecer o seu blog e já estou seguindo para não perder suas dicas literárias. Tbm tenho um blog, venha conhecer, ficarei muito feliz se me der uma força seguindo tbm, mas se gostar Claro :-) beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    wwww.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, obrigada pela visita! Já retribuí a visita no teu blog e adorei.. Já tô seguindo lá também.
      Que legal você falar sobre O Pacto, pois eu estava na duvida se lia ou não, rsrs
      Uma dica: leia primeiro o Nosferatu, a leitura flui melhor e a história é muito boa, muito legal... Beijos!!

      Excluir
  4. Oi Day, sua linda, tudo bem?
    Confesso que esse livro não faz muito o meu estilo. E saber que ele não lhe agradou por completo só reforça minha impressão. Mas fiquei curiosa para descobrir porque esse fantasma quer matá-lo. E porque quem tentar impedi-lo terá o mesmo fim. Parece mais como uma vingança. Para os fãs, pode ser uma boa dica. Gostei muito da sua sinceridade e da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Realmente eu tento ser o mais sincera que eu conseguir, pois eu leio muita resenha antes de me aventurar em um livro novo e não gosto quando sou enganada!! kkkk Beijos linda!!!

      Excluir
  5. Oi Day!

    Já tinha escutado falar do filho do KIng, mas nunca li nada dele, interessante saber que mesmo com um começo mais enrolado o livro é bom. Gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, flor! Mas para começar a ler Joe Hill eu indico o Nosferatu pois é melhor!! Beijos!

      Excluir
  6. Oi oi
    Caramba! Todo mundo sabe do meu amor por livros não tão convencionais, e convenhamos, este é muito! Eu quero esse livro... Nunca li nada do King, por medo mesmo Hauahuahua Mas vou sair da minha zona de conforto e vou ler dos dois. Ótima resenha. Xero

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ler flor! O King pra mim é o mestre!! E ele não escreve só suspense e terror não. Tem um livro dele que eu tenho certeza que você iria adorar: Jogo Perigoso! Beijos!!

      Excluir
  7. Quase comprei esse livro em uma promoção, mas acabei desistindo. O Victor leu e não gostou nadinha, até fez resenha, ele me contou umas coisas que me fizeram perder o interesse nessa leitura. Mas vi um outro livro desse autor que me chamou a atenção... Não lembro o nome hahahaha mas é um pessoa com chifre na capa, é isso hahaha. Vou aguardar a resenha do outro. Beijos!! <3

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não curti muito assim que terminei de ler, mas como foi o primeiro livro dele, e a pressão que ele deve passar por ser filho do mestre, eu analisei bem e até que gostei. Não ameiii, mas deu pr passar um tempo legal. O que você viu chama O Pacto e eu já vi resenhas boas, logo vou desbravar essa leitura..rs Beijos flor!!

      Excluir
  8. Oie,
    conhecia o livro pelas redes sociais, mas ele nunca me chamou atenção.
    Gostei bastante da sua resenha, mas fiquei na dúvida se seria uma boa leitura para mim ou não.

    bjos
    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Se vc não for de ler suspense e quer começar eu recomendo, apesar de ter fantasma e tal não chega a ser assustador, é mais drama do que suspense! Beijos!

      Excluir
  9. Olá Day, tudo bem?
    Vim retribuir sua visita e já estou seguindo vc :D
    Adorei seu blog, gosto muito de ler resenhas e conhece novos livros.
    Parabéns!

    Beijos lindona
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, obrigada por me seguir! Eu também adorei seu blog e sempre estarei por lá! Beijos!

      Excluir
  10. Oiii Day! Menina adorei a sua resenha, ficou mara! Eii nunca li um livro do gênero mas tenho muita vontade de ler, como você disse que esse é um ótimo para começar já vou salvar aqui e procurar pra comprar!

    ***Beijokas -Hellen Barros.

    Apenas Giz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim Hellen, você vai adorar! Beijos!!!

      Excluir
  11. Oi! Amei as letras da capa, chamou-me muito à atenção!
    Essa coisa de envolver fantasmas e tal não me agradou muito...
    A sério que o livro tem assim tantos palavrões? Quase não conheço livros que tem palavrões.
    Amei a resenha, ficou muito boa!
    Beijinhos!

    http://euliaeleio.blogspot.pt/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é flor, mas apesar de ter fantasmas é mais um drama do que suspense..rsrs
      Beijos!!!

      Excluir
  12. Parabéns pela resenha. Esse definitivamente não é meu gênero favorito. Bjos!

    Blog Literário 2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Mesmo assim obrigada por sempre estar por aqui... Beijos!!!

      Excluir
  13. Hello, boa noite Day!
    Eu quero ler esse livro já faz um tempinho, mas ainda não tive uma oportunidade.
    Sua resenha ficou ótima, Beijoos!

    Refúgio da Ju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, quando tiver oportunidade leia!! Beijos!!!

      Excluir
  14. Olá Day!
    Estou muuuuito curiosa em relação a este livro! Curti também essa pegada envolvendo a temática gótica/punk e bandas dos anos 80, adoro os dois temas. Conheci o autor justamente por ele ser filho do King, mas me parece que o que o destaca mesmo nem é o nome que ele carrega, mas o talento que possui. Já está na lista faz um século, depois da sua resenha então vou ler rapidinho, haha.

    Um beijo!
    Débora
    http://amorlivronico.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor! Já li dois dele e quero ler mais um que ouvi falar muito bem! A escrita dele é ótima, puxou ao pai...rsrs
      Beijos!!

      Excluir
  15. Que resenha maravilhosa! Fiquei morrendo de curiosidade para conhecer ainda mais a história! ♡

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  16. Oi, Day!
    Adorei sua resenha e acabei ficando muito curiosa pra conhecer essa história, que nunca tinha visto. Achei engraçada a ideia de chamar alguém pelo lugar de onde a pessoa veio.
    Acabei de seguir seu blog e adorei!! Parabéns pelo trabalho.
    Beijos,
    Carol | Fantasma Literário
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi flor, obrigada pela visita! Já conferi seu blog e adorei... Já estou seguindo lá! Beijos!!!

      Excluir
  17. Amiga, juro que deu até vontade de rir quando li a premissa... achei muito engraçado!Rock, fantasma e uma fuga na estrada, gente, que mente fértil. hauahauhau Não dá pra acreditar que essa história é de suspense. Eu acho que esse é um daqueles livros que eu leria e pensaria "Ah, por favor, isso não tem lógica" e depois iria rir muito. Claro que não li o livro e essa foi só a impressão que tive. Por ser um suspense e ter uma narrativa parada no começo acho que eu o abandonaria, mas terei que descobrir. Obrigada pela dica.
    Beijos.

    https://miaestanteliteraria.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente amiga... Quando eu vi a sinopse eu também não acreditei... Comprar um fantasma? Como assim...kkkk
      Beijos!!!

      Excluir
  18. Oi Day, tudo bem?
    Nunca tinha ouvido falar no livro, mas me interessei!
    Adoro uma boa história de suspense/"terror", mas que pena que o início é meio parado.
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, mas depois fica bom o livro!!! Beijos flor!!!

      Excluir
  19. Que maravilhoso, gosto muito de livros assim. A editora sempre arrasando né?! haha
    Beijos, Jardim de primavera

    ResponderExcluir
  20. Conheço o livro. Aliás, eu o tenho, mas ainda não li.
    Uma pena que o início seja mais enrolado. Porém, ao menos, há uma "recuperação". Ademais, gosto quando autores abordam a história do rock em livros de suspense ou terror. Combina perfeitamente.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de setembro. Serão três vencedores, cada um ganhando dois livros.

    ResponderExcluir
  21. Tem doido pra tudo né, comprar um espírito, adorei!! Os livros do Joe Hill sempre são ótimos, então não tenho dúvida de que esse é lacrador, sua resenha ficou ótima, aliás!
    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk, pensaaaa! Comprar um espirito! Quando li a sinopse até ri.. rsrs Beijos flor!!!

      Excluir
  22. Essa editora só faz coisa maravilhosa, não sei como lidar, sinceramente.

    Lua do Meu Mundo da Lua
    FanPage (se inscreva no blog, te esperamos por lá)

    ResponderExcluir
  23. Oi, Day.
    Concordo com você, o romance de estreia de Joe Hill agrada mas não é AQUELE livro. Mas amaldiçoado e nosferatu são excelentes e conseguimos ver uma melhora significativa no texto e na trama em si. Também, ele é filho do Stephen King, e provavelmente aprendeu muito com o pai.
    Abraços
    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Rafa, tô doida pra resenhar Nosferatu... Ahhh e quero ler o amaldiçoado logo!! Obrigada pela visita!! Abraços!!!

      Excluir
  24. Olá, Day.

    Não conhecia o autor e nem mesmo suas obras, confesso que o fato da leitura não ser fluída me encomoda muito, mas por outro lado a premissa do livro me chama a atenção, então claro que adoraria ler este livro.
    Adorei a resenha.

    Beijos.
    http://cabinedeleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu até acho que vale a pena ler sim viu... Beijoss flor!!!

      Excluir
  25. Oi Day, adorei a resenha! Ainda não conhecia o autor... fiquei bem curiosa , irei pesquisar mais rs'
    Gosto de tudo que envolve suspense, mais de maneira que não torne-se cansativo sabe , ... <3 a capa é linda!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijos linda! Obrigada pela visita :)

      Excluir
  26. Amei! Resenha Top demais Miga,Ja esta adicionadíssimo na minha lista. Parabéns e Sucesso !

    www.leiturasdadebora.com.br
    Instagram: @leiturasdadebora

    ResponderExcluir
  27. Ótima resenha. Quero muito ler este livro... esta em minha lista no Skoob.

    www.donadegato.com

    ResponderExcluir
  28. Pode ler flor, vai adorar!! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  29. Nunca li nada do autora, acredita? Deprê... falam que esse livro é bom mesmo. Mas já sei que me irritaria essa enxurrada de palavrões e as 100 primeiras páginas lentas.
    Beijos,
    Monólolgo e Julieta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, tinha horas que me irritava também... Mas acabei acostumando! Beijos flor!!

      Excluir
  30. Mentira que ele é filho do King? Socorro, não sabia! Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas como não sou muito de livros de suspense (sou medrosa hahah) ele acabou não me chamando tanta atenção... Mas adorei a resenha!
    Um beijão,
    Gabi do likegabs.blogspot.com ♡

    ResponderExcluir
  31. Oi flor! Simmmmm, filho do mestre, rsrs
    Pode ler esse tranquilamente. Ele não é tão forte, bom para quem quer começar a ler suspense... Beijos!!

    ResponderExcluir
  32. Adorei o post! Esse livro é um queridinho meu, eu simplesmente adoro o clima que tem nele, que é um suspense gostoso, e tendo seus momentos mais tensos vez ou outra (quando fazem o suspense mais forte o tempo todo acho que perde o efeito sabe? não gosto tanto) Me lembro que comprei ele e logo que cheguei em casa comecei a leitura, foi logo que chegou as livrarias, as paginas dele já até denunciam a idade, é incrível como ainda consigo me lembrar de detalhes do livro.

    Quanto ao nome King, o pai dele é o mestre quando se trata de terror e suspense eu nem preciso comentar né? Talento de família! E o melhor é que quando ele começou a trabalhar [por volta de 1997] ele já não usou o King, queria vencer com os próprios méritos e em 2007 ele veio nos presentear com esse livro...Simplesmente perfeito!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir

© Lendo1 bom livro | - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Layouts para blog. Tecnologia do Blogger. imagem-logo