31 outubro 2019

[RESENHA] Promiscuo ser de Partitura Finita - Cris Coelho


TÍTULO: Promiscuo ser de Partitura Finita
ANO DE LANÇAMENTO: 2017
EDITORA: Pandorga
NUMERO DE PAGINAS: 160
CLASSIFICAÇÃO: 


SINOPSE: Duas vidas entrelaçadas por um mesmo propósito. Um carma que é passado por diferentes gerações unindo duas mulheres em épocas distintas. De um lado, está Maria Scarlet, uma prostituta de um passado distante que, após apanhar muito da vida, consegue se estabelecer como dona de um bordel. Com o tempo, o bordel ganha fama e se torna referência na pacata Holanda de 1750, derivando a qualidade de seu nome para a rua a qual o estabelecimento funcionava: “Red Street”, atualmente conhecida como “Red Light”. Do outro lado, está Anna Lara, uma mulher frágil e atormentada pelas lacunas do seu sombrio passado. Com o suporte de Maria Scarlet, Anna Lara cria defesas emocionais por meio da energia sexual que recebe de sua protetora e se torna participante ativa e assídua de toda forma de desvio sexual, ao lado de seu parceiro de vida, Jota Jr. Em um enredo psicológico completamente envolvente, Anna Lara esbarra nas lacunas sexuais escondidas nas partituras não terminadas de um universo promíscuo e misterioso.



          Eu não sei bem como me senti em relação a essa história! Em muitos aspectos ela me conquistou profundamente, mas em outros foi frustrante e quando ao terminar tentei avaliar tudo só consigo concluir que foi realmente importante conhecê-la, que se destaca e foge muito das leituras que venho fazendo ultimamente!

        Ana Lara e Jota formam um jovem casal liberal, a trama logo nos joga dentro no aborto que que Ana Lara precisou fazer para não conviver com algo que não suportaria mais tarde, aqui surge o dilema de viver uma vida promíscua onde era permitido tudo nesse casamento! Os arrependimentos vão surgindo depois de varias complicações, Ana Lara nos leva a suas inseguranças e como foi até chegar nesse ponto da relação!

         Em outro plano temos as passagens de Maria Scarlet uma antiga prostitua que sofreu muito em sua vida e agora é pomba gira de Ana Lara, hora ela quer proteger e em outras quer machucar, deixando no limiar entre o bem e o mal!

         É uma trama muito intensa que trás assuntos abertíssimos entre sexualidade, religião, aborto, suicídio, vício, violência e que são descritos de uma forma crua, o que em alguns pontos foi difícil de aceitar, já que Ana Lara faz tudo em função do seu grande amor, tudo em sua vida, apesar de ela não aceitar, girava em torno de Jota!

       Volto novamente naquele impasse, é uma obra aberta, que fala diretamente o que pode acontecer com algumas pessoas, nos faz ser mais empáticos, mas é chocante, assim como a realidade do outro para nós nos parece chocante, e acredito que a mensagem que fica é essa, de poder sentir um pouco do que o outro sente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Lendo 1 bom livro - Por Day Morais | - 2016 - Layout Criado Por: Pepi Artes Digitais imagem-logo