20/10/2017

[Resenha] Estado Terminal


Estado Terminal
Dylan Ricardo
All Print Editora
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 124

♥ livro cedido pelo autor
l Comprar l
Classificação: ★★


Sinopse: "Era uma vez um dedicado leitor que queria ser escritor, pois achava que tinha o que dizer, mas não só isso, ele precisava expor, era muito mais que apenas um exercício de arrogância inconsciente. Era vital. O monstro que lhe habitava as entranhas estava a cada dia mais barulhento e preenchia cadernos com medos, desejos, lembranças e revoltas. Ele queria registrar tudo o que havia vivido, precisava deixar compiladas suas experiências, como uma marca do que passou durante a existência. Uma prova de que havia vivido. Ele queria arrancar seus escritos das gavetas e atirá-los ao mundo. Queria tocar em sua obra publicada, pegar nas folhas, sentir o peso das frases, o cheiro do livro e o aguilhão de cada letra. Não lhe bastava mais escrever para si, ele desejava mostrar a todos o que acontecia pelos fumegantes e devastados campos inóspitos do seu cérebro. Queria cuspir, vomitar, arremessar tudo o que lhe carcomia as vísceras. E copulando com a dor, partejou poemas. Cem poemas que compõem esta pequena obra, fruto de noites em claro, de ácidas lágrimas vermelhas, de espelhos quebrados, paredes esmurradas, pulmões nicotinados, garrafas esvaziadas e torturantes lembranças. Caros leitores, Bem-vindos ao meu cérebro."

  • "Um solene e vistosos arcanjo sapiente
  • de rubras e ígneas asas membranosas
  • guardou-me sob as garras cuidadosas
  • protegido por um escaldante tridente."
                                                                              Conversando com o Diabo pág 9

Ao ler cada poesia, as experiências de cada leitor, seja de vida ou de leituras já feitas, permitem o reconhecimento entre a experiência individual do poeta e a sua própria experiência, que no caso, se dará de modo distinto para cada pessoa, uma vez que cada um tem suas vivências e seu estado de alma em determinado momento da leitura. 


  • "... Para as flores, no jardim que a circunda,
  • aquela rosa infeliz e moribunda
  • espelhava a fatalidade do transitório..."
                                                                                                                                     Velório II pág 19

Este livro é muito gostoso de ler, super recomendo para quem não é acostumado a ler livro de poesias. Apesar de curtir poesia, confesso que acho bem difícil essa área da literatura, várias vezes li livros que tinham o conteúdo bem complicado e eu nunca parava para pensar no que realmente a poesia queria me transmitir. Esse livro e o outro livro do autor: Do Inferno (resenha aqui) me ajudou bastante. Me fez encarar este gênero com outros olhos. O autor Dylan Ricardo é muito simpático, você pode conhecer mais sobre ele nessa entrevista que ele concedeu para o blog, clicando (aqui)

Espero que se interessem pelo livro, pois não vão se arrepender quando fizerem essa leitura!

.

Um comentário:

  1. Parece ser um livro bem interessante, gostei da sua resenha :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Lendo1 bom livro | - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Layouts para blog. Tecnologia do Blogger. imagem-logo