08/08/2017

[Resenha] A mulher de um Homem Só






  • "Todo mundo tem medo da morte. Seja pela dor, seja pela falta, seja pelo que se espera depois de morrer." 
                                                                                                      Pág. 86



A mulher de um Homem Só
Tamires Brayner Falcão
Editora Penalux
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 117
Skoob: adicione à estante
♥ livro cedido pela editora
Classificação: ★★




Sinopse: Em meio a realidade urbana e caótica, vive um homem cuja vida monótona se transforma quando finalmente encontra seu grande amor, mas ela também se torna sua maior ruína, transformando sua realidade entediante e pacata num caos cercado de sonhos, fantasias e viagens sinestésicas. Será que o amor é capaz de suportar a tudo, até mesmo a loucura? Entre na pele do protagonista de “A Mulher de um Homem só” e entenda porque alguns amores podem ser impossíveis.

  • " Ela era música e cada nota passava e fazia eco por dentro de mim."
                                                                                                                           Pág. 22


Quando recebi este livro em parceria com a Editora Penalux, nem sequer passou pela minha cabeça que abordaria um tema tão complexo. Sim meus amigos, tive um certo preconceito, pois por mais que a capa seja linda, não, linda não, maravilhosa! Eu achei que seria um romance bem melosinho (nada contra, só não estou no momento), mas me surpreendi bastante com o tapa que levei.

Logo na primeira página somos apresentados ao personagem principal, o narrador do livro que está contando sua história, mas em momento algum nos é revelado o seu nome, e no decorrer do livro são poucos personagens que tem esse privilégio de ter seus nomes revelados. O que eu achei o máximo, pois causa um certo mistério, uma enorme curiosidade.






Logo que começamos a mergulhar na história e conhecer melhor a vida e tudo que se passa com o personagem tanto no agora e tanto com lembranças do seu passado, já nos deparamos com algumas dúvidas de se aquilo está totalmente certo com a realidade que ele está vivendo.


  • " Felicidade é um hospede ingrato. Ela chega, faz você pensar o quanto a vida é maravilhosa e depois vai embora e te deixa com menos do que você tinha antes dela chegar."
                                                                                       Pág. 71


Uma leitura gostosa porem, angustiante. A escrita da autora é fantástica e envolvente, deixando um certo mistério no ar. Os capítulos são curtos e diretos, eu tentei demorar mais tempo para ler, mas não tem como! Desafio alguém a largar esse livro depois que começar a ler, é impossível.

Uma história emocionante que aborda temas como depressão e esquizofrenia sem romantizar esse tema tão sério e complexo. Apenas nos mostrando situações cotidianas da vida de um homem que esqueceu de existir, até que conheceu o amor e seus delírios em suas varias faces / fases.

A arte da capa está incrível, assim como todo o livro. Desde a revisão, até a preocupação do tipo de papel usado impõe o respeito de uma editora com o leitor. O livro é gostoso de se pegar e passar as páginas.

Espero que assim como eu, vários outros leitores se interessem e deem uma chance a este livro. Adicione ele aos seus desejados no Skoob e se surpreenda assim como eu. 

Super beijo leitores! 


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Lendo1 bom livro | - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Layouts para blog. Tecnologia do Blogger. imagem-logo