04/08/2017

[Resenha] Do Inferno

"Fazer poesia é colocar sentimento nas palavras e fazer o leitor sentir na alma."





Do Inferno
Dylan Ricardo
Cultura em Letras e Edições
Ano de Lançamento: 2017
Número de Páginas: 114
Skoob: adicione à estante
♥ livro cedido pela editora
Comprar l
Classificação: ★★


O autor Dylan Ricardo faz sua estreia na literatura nacional com o livro de poesias “Do inferno”. No livro, o autor descreve o inferno que o homem faz em seus momentos de medo, dor, opressão e angustias, fatos que o levam à padecer em pensamentos obscuros.
Com 114 páginas e de leitura fácil, o livro traz poesias claras e objetivas, feitas com dinamismo, lucidez e praticidade pelo autor. A proposta fica bem clara logo no primeiro texto, o que deixa o autor com mais vontade de desbravar o livro.




Procurando adjetivos para atribuir a esse livro, acredito que os melhores são: Forte, pesado. Mas ao mesmo tempo sensível.


Juntando diversas situações, o autor nos revela em cada poesia o inferno que cada um de nós passa a cada momento. Cada poema passa uma forte mensagem e mostra realmente a que veio. E é com bastante sensibilidade que Dylan Ricardo em "Do Inferno" consegue nos fazer pensar o que acontece em nossas vidas em momentos e situações talvez corriqueiras, mas que acabam sendo um problema ou não. Talvez sejamos nós que criamos nosso próprio inferno.

A interpretação de cada poema é algo bem pessoal, provavelmente o que eu senti ao ler cada uma não seja o que outra pessoa irá sentir. E com certeza quando eu ler novamente, e eu o farei, vou ter uma outra sensação e isso é o que é mais gostoso, é o amadurecimento com o passar do tempo e as emoções de cada releitura.

Tive um contato com o autor e ele é excepcional. Muito legal e carismático! Em breve trarei mais novidades sobre ele em uma entrevista bem legal que estamos combinando. 

Nessa nossa conversa ele me deu uma dica que eu usei ao ler seu livro e usarei em leituras futuras pois foi muito bem-vinda. Ele disse: "Leia cuidadosamente o livro. Mergulhe nele. Sinta as palavras e o cuidado com que elas foram encaixadas nas frases. Melhor a noite. Deitada, com uma luz lateral. Em silêncio."

Obrigada Dylan, eu que na maioria das vezes leio em meio a correria do dia a dia, em ônibus e etc,... Percebi o quanto a leitura é mais apreciativa quando lemos em meio ao silêncio com maior concentração.



  • "No desperdício das gotas
  • reservadas no frasco,
  • secou o futuro,
  • com a saúde a desvanecer.
  • Hoje, afogado no deserto
  • me arrasto pelas dunas,
  • procurando em lacunas
  • pingos para sobreviver." 

                                                                                             Pingos - pág 83

14 comentários:

  1. Eu acabei de ler um livro de poemas aqui e precisa ser assim mesmo, com calma e meditando. E se possível ler 2 vezes seguidas mesmo. Pra entrar em cada palavra.
    A interpretação é única e especial!

    osenhordoslivrosblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oii Day.
    Faz um bom tempo que não leio um livro de poesia embora volta e meia leia algumas na internet. Pela sinopse do livro, sobre o que ele fala eu já compraria este. É um livro que de certa forma apresenta a mesma visão que tenho sobre dor e coisas ruins. Fiquei tocada pelo autor procurar trazer ewse tipo de assunto para suas poesias.
    Beijos.


    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
  3. Então, começando pela sinopse o livro parece bem interessante, uma coleção maravilhosa de textos que explora a fundo a natureza humana, com a sua resenha fui percebendo que esse é um livro com poesias bem intensas! Obrigado demais pela indicação. Afinal nem todos os dias são o paraíso.
    =Gabriel do Clube do Farol

    ResponderExcluir
  4. Nossa adorei o que o autor disse, cheguei a me arrepiar, não de medo rs, rs, mas é exatamente assim quando leio livros de poesia, adorei a proposta desse livro e já vou anotar aqui. E concordo, muitas das vezes criamos nosso próprio inferno mesmo. Adorei! bjus e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  5. Gosto imensamente de poesias e achei bem interessante esse livro, pela sua resenha me parece que o estilo lembre um pouco Augusto dos Anjos e suas poesias diferentes e um pouco arrepiantes.

    ResponderExcluir
  6. Eita!! Que capa lacradora é essa!??
    Como sempre, Day arrasando nas fotos e na resenha!
    Eu já conhecia esse livro mas não mais afundo como agora e com certeza quero ler em um futuro próximo pois pelo modo que você o descreveu, ele parece ser épico!
    Que blog lindo!!
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem Day?

    Gostei bastante dessa resenha e foi uma grata surpresa que apesar do título e capa não se trata de um livro de terror e sim um livro de poesia explorando muito bem a parte sentimental, aflições e etc. A capa está linda, gostei da sinopse e proposta passada...já li sobre ele antes e este post reforça bem o livro ser uma ótima indicação de leitura.

    ResponderExcluir
  8. Olá, adorei o tema que o autor aborda em seus poemas mas não tenho interesse em ler porque, apesar de eu amar poesia, gosto de livros de prosa hehe Beijos
    http://amorliterarioblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Parece um livro bastante intenso. Já li uma resenha dele e fiquei bastante curiosa. Adorei sua resenha. Principalmente o final, com o trecho .

    ResponderExcluir
  10. Olá, Day!

    Creio que já vi algo sobre no Instagram, a premissa me interessou desde o começo e como sou fã de poesias, julgo ser uma leitura da qual eu não me arrependeria. Além de que a capa, em sua simplicidade, consegue transmitir o conteúdo da obra e instigar o leitor. No mais, gostei muito da sua resenha, parabéns!

    Um beijo, Carol
    Blog com V.

    ResponderExcluir
  11. Oi Day, achei a proposta desse livro tão interessante. Pela capa achei que era algo de terror , mais acho que o inferno a que se refere o autor é algo no nosso interior digamos que nossos próprios demônios. Com certeza tenho certeza que através de seus poemas ele consegue tocar o leitor profundamente e fazê-lo refletir, e saborear com calma cada poema lido.
    Amei sua resenha, e as fotos como sempre maravilhosas!
    Beiijos <3 <3

    ResponderExcluir
  12. Já vi que esse é do tipo de poema que eu gostoooo <3 (não sei explicar mas tem poemas que eu não consigo ler , ainda bem que cê deixou uma parte ). Acho que é esse meu problema com poemas, achar o meu tipo e parece que eu achei... Vou procurar sobre as obras dele com certeza <3

    ResponderExcluir
  13. Olá amiga! Tudo bom? :)
    Que premissa diferente, hein? nunca li nada parecido! Gostei bastante, acho que eu leria sim, é curioso saber quais são as situações em que o homem pode passar por uma espécie de 'inferno'. Sobre ser em formato de poesia, eu não costumo ler, mas acho que leria este por conta da sinopse. Parabéns pela resenha, Day, ficou super bem escrita!
    Beijos,
    Yasmim.

    Blog: http://literarte.blog.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Day!!! Tudo joia???
    Achei seu ponto de vista sobre o livro bem intenso. Eu, particularmente, não costumo ler poesias. Esse livro, em paricular, pareceu-me bem profundo e você conseguiu expressar muito bem o que captou do mesmo. Parabéns!!!
    Beijos
    Luciana

    ResponderExcluir

© Lendo1 bom livro | - 2016. Todos os direitos reservados. Criado por: Layouts para blog. Tecnologia do Blogger. imagem-logo